Nova York: The Standard

Quem esteve no High Line em NY deve ter percebido o enorme prédio de vidro. Quem assistiu ao filme Shame, o vídeo da Madonna para a música “Bitch I’m Madonna” ou lembra da briga da Solange Knowles e Jay-z no elevador, também pode reconhecer este hotel.

Conhecido por 100% dos Nova Iorquinos, o hotel The Standard High Line é um marco na cidade. Além de ficar sobre o parque construído em uma antiga linha ferroviária e que é orgulho para os locais, fica em um dos bairros mais descolados de NY, o Meatpacking District. Próximo a outros hotéis da mesma categoria, andando por ali encontram-se galerias de arte, mercados, grifes internacionais e muitos, mas muitos bares e restaurantes.

São 338 apartamentos modernos, decorados de forma bem clean, com janelões do chão ao teto e vista para o Rio Hudson e o High Line. Um perigo para aqueles mais tímidos ou desatentos. Não é muito difícil encontrar turistas e locais observando a movimentação dentro dos quartos “expostos”, ou até mesmo hóspedes se exibindo em seus quartos para quem quiser apreciar.

A recepção pequena, discreta, mas muito moderna te direciona para os outros ambientes do hotel. O Restaurante The Standard Grill, com cardápio excelente de cozinha americana é um dos mais concorridos da cidade (recomenda-se fazer reserva). Logo na entrada, ainda do lado de fora, fica o The Standard Plaza, ótimo para drinks, petiscos e refeições mais rápidas. Por ser aberto, no inverno é substituído por uma pista de patinação no gelo. Ainda no térreo o Biergarten leva para o jardim a essência alemã: cervejas e pratos característicos são concorridos nos dias de calor.

Com o acesso liberado pelo elevador (que tem um vídeo muito louco produzido por Marco Brambilla), na cobertura do hotel encontram-se outras jóias, como a famosa danceteria Le Bain, que abre seu espaço para o público ainda antes do por do sol, onde bons drinks são servidos e a vista fotografada. Assim que escurece seu público desce à pista de dança e se joga ao melhor estilo nova iorquino. Aqueles mais saidinhos ainda podem entrar (de roupas de banho ou íntimas) na Jacuzzi bem ao lado da pista de dança.

No mesmo andar, o The Top of The Standard recebe seus clientes para drinks e brunchs aos domingos, mas daí a coisa fica séria: dress code obrigatório – nada de bermudas, jeans ou tênis esportivos.

O blog Diária pôde se hospedar nesse hotel (atenção, esse não é um post patrocinado) e garante a diversão tanto como hóspedes ou visitantes. Para beber,  na Le Bain, peçam o Ginger Moon ou o Penny Drop no The Standard Grill.

Onde: 848 Washington Street, Nova iorque

Quando: Sempre * Verificar horários de bares e restaurantes

Nas redes:

Fotos: Raffaele Di Giuda Asselta e  Cortesia The Standard Hotels

Mais por Raffaele Di Giuda Asselta

São Paulo: Galeria Vermelho

Com exceção daqueles que saem da Rua da Consolação ou da Avenida...
Leia Mais